O maior ignorante é aquele que julga sem saber o verdadeiro valor das pessoas.

  1.  

    Full image link →

    (via overdosedeamor)

    Source: overdosedeamor

  2.   zaluzejos:

Quando eu encontrei com o amor, nada era lindo nem atraente, o que me cercava estava acima de qualquer sensação de beleza, o que me rondava era a tradução da vida, sem querer ser chamativa ou não, sem se importar com detalhes efêmeros. Quando eu não pensei, decidi aceitar o amor, e não fazia frio nem ventava, o tempo apenas se desfazia em detrimento daquele sorriso dado às pressas. Quando o amor quis me tomar, soube que antes estava vazia e que os meus mistérios poderiam ser certos, descobri que eternidade diverge opiniões, acendi o pior sentimento que poderia me corroer por dentro, porque sabia que ele não estaria a salvo da claridade que vem junto com os olhos de alguém. Fiz questão de destruir minhas fraquezas, fechei a porta para que eu não tentasse fugir. Quando eu virei amor, quis morrer como ninguém, só para acabar num ápice, dormir gélida naqueles braços, me abandonar dentro do campo de outro coração. Destruí minhas verdades e abandonei as ilusões. Que me importam os fatos, se minha força vem do que me tornei? Quando o amor: eu. Um laço tão sólido que virou uma fita só. Perdi minhas extremidades, agora sou por inteiro você.
(Zaluzejos)

    Full image link →

    zaluzejos:

    Quando eu encontrei com o amor, nada era lindo nem atraente, o que me cercava estava acima de qualquer sensação de beleza, o que me rondava era a tradução da vida, sem querer ser chamativa ou não, sem se importar com detalhes efêmeros. Quando eu não pensei, decidi aceitar o amor, e não fazia frio nem ventava, o tempo apenas se desfazia em detrimento daquele sorriso dado às pressas. Quando o amor quis me tomar, soube que antes estava vazia e que os meus mistérios poderiam ser certos, descobri que eternidade diverge opiniões, acendi o pior sentimento que poderia me corroer por dentro, porque sabia que ele não estaria a salvo da claridade que vem junto com os olhos de alguém. Fiz questão de destruir minhas fraquezas, fechei a porta para que eu não tentasse fugir. Quando eu virei amor, quis morrer como ninguém, só para acabar num ápice, dormir gélida naqueles braços, me abandonar dentro do campo de outro coração. Destruí minhas verdades e abandonei as ilusões. Que me importam os fatos, se minha força vem do que me tornei? Quando o amor: eu. Um laço tão sólido que virou uma fita só. Perdi minhas extremidades, agora sou por inteiro você.

    (Zaluzejos)

    Source: zaluzejos

  3.  

    Full image link →

    (via intenselyalive)

    Source: avalanchedepensamentos

  4.   …tudo que eu sempre quis.tudo que eu sempre preciseiestá aqui em meus braçospalavras são muito desnecessárias …desfruto do silêncio…

    Full image link →

    tudo que eu sempre quis.
    tudo que eu sempre precisei
    está aqui em meus braços
    palavras são muito desnecessárias 
    desfruto do silêncio

  5.  

    Full image link →

    (via natty-roots)

    Source: yanilavigne.net

  6.   zaluzejos:

Não, ninguém me disse. Eu procuro prestar atenção e entender o motivo para que você esteja tão a salvo desse jeito. Eu encaro o espelho e enxergo tantas interrogações em minha própria testa, enquanto você mergulha em meus olhos e fala sem titubear, com uma coragem tão grande que desconfio ser desconhecimento. Não tenho que colocar certeza em nada que vier de nós. Qualquer passo dado por mim tem tendência a estragar aquilo que não vejo, que não interpreto. E você é uma eterna incógnita, você me deixa intrigada por não se esforçar para descobrir um tanto que seja do mistério que eu faço questão de esconder nas mãos. Às vezes você me encontra de surpresa, chega rápido, me puxa pela cintura sem nenhum receio, sem tremer, sem nenhuma dúvida de que eu quero ser sua. Me beija com confiança, como se soubesse das minhas dívidas, dos meus segredos. Me comprime em seu corpo e fecha os olhos, e tudo o que eu entendo é que você não precisa saber muito sobre mim para dividir sua noite. Você vem me falar tantas coisas que soam como promessas eternas e eu estou aqui a desviar os olhos, a apertar os lábios, levantar a sobrancelha. Mas você nunca me pergunta por que, como, onde, quando. Você não se deixa atrair pela armadilha e é assim que eu vou me desmontando, chorando calada em seu obro, pedindo seu abraço apertado e sentindo que, enfim, sou capaz de abraçar o meu mundo. Não sei ao certo, mas só porque você me deixa em paz com meu silêncio, me dá vontade de gritar. Vontade de instigar cara a cara: Fique com raiva, queira descobrir minhas antigas histórias de amor, invada minha privacidade, reclame da minha discrição. Mas não tenho peito contra você, que nessa naturalidade de cavaleiro heroico foi retirando as cinzas da fogueira e deixando só o fogo. Você foi me rondando, me cercando e me prendendo enquanto não tinha a intenção de fazer isso. E eu fui deixando, sem querer, caindo, algemada, amando, presa, completamente intencionada.
(Zaluzejos)

    Full image link →

    zaluzejos:

    Não, ninguém me disse. Eu procuro prestar atenção e entender o motivo para que você esteja tão a salvo desse jeito. Eu encaro o espelho e enxergo tantas interrogações em minha própria testa, enquanto você mergulha em meus olhos e fala sem titubear, com uma coragem tão grande que desconfio ser desconhecimento. Não tenho que colocar certeza em nada que vier de nós. Qualquer passo dado por mim tem tendência a estragar aquilo que não vejo, que não interpreto. E você é uma eterna incógnita, você me deixa intrigada por não se esforçar para descobrir um tanto que seja do mistério que eu faço questão de esconder nas mãos. Às vezes você me encontra de surpresa, chega rápido, me puxa pela cintura sem nenhum receio, sem tremer, sem nenhuma dúvida de que eu quero ser sua. Me beija com confiança, como se soubesse das minhas dívidas, dos meus segredos. Me comprime em seu corpo e fecha os olhos, e tudo o que eu entendo é que você não precisa saber muito sobre mim para dividir sua noite. Você vem me falar tantas coisas que soam como promessas eternas e eu estou aqui a desviar os olhos, a apertar os lábios, levantar a sobrancelha. Mas você nunca me pergunta por que, como, onde, quando. Você não se deixa atrair pela armadilha e é assim que eu vou me desmontando, chorando calada em seu obro, pedindo seu abraço apertado e sentindo que, enfim, sou capaz de abraçar o meu mundo. Não sei ao certo, mas só porque você me deixa em paz com meu silêncio, me dá vontade de gritar. Vontade de instigar cara a cara: Fique com raiva, queira descobrir minhas antigas histórias de amor, invada minha privacidade, reclame da minha discrição. Mas não tenho peito contra você, que nessa naturalidade de cavaleiro heroico foi retirando as cinzas da fogueira e deixando só o fogo. Você foi me rondando, me cercando e me prendendo enquanto não tinha a intenção de fazer isso. E eu fui deixando, sem querer, caindo, algemada, amando, presa, completamente intencionada.

    (Zaluzejos)

    Source: zaluzejos

  7.  

    Full image link →

    (via natty-roots)

    Source: neologismo

  8.   
Gostar: É quando você se apega à uma pessoa e começa a apreciá-la até demais.Paixão: É quando você acha que a pessoa é perfeita.Amor: É quando você sabe que a pessoa não é perfeita, mas não tá nem aí.

    Full image link →

    Gostar: É quando você se apega à uma pessoa e começa a apreciá-la até demais.
    Paixão: É quando você acha que a pessoa é perfeita.
    Amor: É quando você sabe que a pessoa não é perfeita, mas não tá nem aí.

    (via sa-ca-na-gem)

    Source: denyjon

  9.   zaluzejos:

Por isso eu lhe digo: voe, voe. Agora você é dono de uma esperança que brota e brilha em seu sorriso. Lembre que esse céu pode ser seu, abrace o sol com esse seu olhar soberano, alongue esse coração por entre as nuvens, meu bem, eu sei que você é capaz de preencher o vazio do universo com toda a doçura que dedico a suas asas. Agora você é anjo que se aventura pelas terras, que se desprende de todos os trajes pesados e que mergulha na presença da lua. Me leve nesse seu peito. Não serei pesada, não serei espaçosa, só quero estar lá para expulsar as dores quando estas insistirem em estragar o seu voo tão bonito. Eu me enxergo em você. Você não vê? Estou aqui o tempo inteiro debruçada na janela, imaginando sua voz em música nacional dedicada ao nosso encontro. Eu voo assim, sentindo a chuva fina molhar minha pele. Eu quero que sua vida seja regada com o mar, eu quero lhe dar a estrela mais cadente que eu encontrar. Isso nunca será uma despedida. Esse é o nosso recomeço. (Zaluzejos)

    Full image link →

    zaluzejos:

    Por isso eu lhe digo: voe, voe. Agora você é dono de uma esperança que brota e brilha em seu sorriso. Lembre que esse céu pode ser seu, abrace o sol com esse seu olhar soberano, alongue esse coração por entre as nuvens, meu bem, eu sei que você é capaz de preencher o vazio do universo com toda a doçura que dedico a suas asas. Agora você é anjo que se aventura pelas terras, que se desprende de todos os trajes pesados e que mergulha na presença da lua. Me leve nesse seu peito. Não serei pesada, não serei espaçosa, só quero estar lá para expulsar as dores quando estas insistirem em estragar o seu voo tão bonito. Eu me enxergo em você. Você não vê? Estou aqui o tempo inteiro debruçada na janela, imaginando sua voz em música nacional dedicada ao nosso encontro. Eu voo assim, sentindo a chuva fina molhar minha pele. Eu quero que sua vida seja regada com o mar, eu quero lhe dar a estrela mais cadente que eu encontrar. Isso nunca será uma despedida. Esse é o nosso recomeço. (Zaluzejos)

    Source: zaluzejos

  10.  

    gabrielcezar:

    Falou bonito.

    Source: allm0dified